segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Australiano cruza caverna submersa de 120 m em um só fôlego

Mike Wells nadou debaixo d'água sem tanque de oxigênio e contou a experiência
Um mergulhador australiano da modalidade freedive (ou mergulho livre) atravessou a nado, pela primeira vez, a mais longa caverna oceânica da Austrália apenas com o oxigênio que reteve em seus pulmões, em campanha para salvar uma espécie de tubarão ameaçada.

O australiano Mike Wells, de 39 anos, percorreu os 120 metros de comprimento da Fish Rock Cave, no sudeste da Austrália - uma abertura escura submersa - em apenas 2 minutos e 40 segundos.

A caverna está a profundidades de 24 metros a 14 metros.

Wells é um profissional experiente, que mergulha há 19 anos. Ele disse à BBC Brasil que precisou treinar "o corpo e a mente" para cumprir a prova. "Condicionamento físico é chave para (controlar) a respiração e o uso de oxigênio pelo corpo, então eu ando de mountain bike e pratico surf quase todos os dias. Eu treino na piscina, com voltas alternadas de 100 metros nado livre e de peito."

O mergulhador disse que também nada debaixo d'água e faz treinamento para alta tolerância de gás carbônico e baixa de oxigênio. Já a preparação mental inclui relaxamento.

Ele enfrentou o desafio de atravessar a caverna submersa em apoio à campanha da Sociedade Australiana para a Preservação Marinha (AMCS, na sigla em inglês) para proteger locais como a Fish Rock Cave, que é um habitat importante para o tubarão-touro que, segundo a organização, está ameaçado de extinção.

1 comentário:

  1. tanque de "oxigênio"???depois eu é que falo brasileiro kkkkk

    ResponderEliminar