sábado, 22 de outubro de 2011

Caminho de Santiago – 1ª etapa Valença a Redondela





Para o primeiro dia tinha preparado fazer 35km uma boa
distancia logo para começar… mais 3km que se saísse de Tui.
Na realidade senti que foi um pouco puxado, mas também que
se tinha conseguido fazer bem esta etapa facilmente faria as outras.
Depois do pequeno-almoço no albergue, sai de Valença as 8:30
Espanholas (7:30 Portuguesas).
Sobre esta primeira etapa não há muito que falar, felizmente
percorri-a a um sábado e com um tempo fechado o que me ajudou a não me cruzar
com os inúmeros camiões para a zona industrial de Tui assim como fazer a interminável
recta com um tempo fresco.
Por volta das 16:30 cheguei a redondela mesmo a tempo de
tomar um banho e ir ate uma esplanada…
Para jantar optei por dar uma volta por o centro de
Redondela e jantar por lá.



Nascer do Sol


Valença


Catedral de Tui

sábado, 1 de outubro de 2011

O que levar para o caminho de Santiago

Para esta pequena caminhada de aproximadamente 110km fiz algumas pesquisas sobre o que devia levar e fiquei aturdido com o peso e volume das mochilas (a verdade é que me fartei de rir com o que algumas pessoas levam, talvez para poderes ter mais peso as costas…)
Resolvi que levaria uma mochila de 25 litros, menos de metade do que vi na maioria dos post’s sobre o assunto.

Com o espaço contado para não cair em desvarios, aqui fica a lista do que levar:
3 cuecas (umas vestidas)
3 pares de meias (umas vestidas)
2 calças (umas vestidas)
2 t-shirts (uma vestida)
2 sweet
chapéu
Camisola Polar
Calças impermeáveis e um casaco
Par de botas (calçadas)
Par de chinelos
Estojo de Higiene
Toalha
Estojo de primeiros socorros
Estojo com (joelho elástico, spray anestésico, pomada anti-inflamatoria)
Saco cama
Prato e talheres
Fogão a Álcool e isqueiro
Garrafa 500ml
Frontal Lanterna
Carregador Telemóvel
Carregador e Maquina Fotográfica
Ficha Tripla
Fita cola
Pacote de m&m's
Pacote de Cerelac
Barras de Cereal
Pastilhas de Isostar, Chá, Leite em pó
Protector solar
Mapas
MP3 para dormir a noite e não ouvir os roncadores...
Mochila de 25 litros e Bastões de Caminhada
Bolsa de Cintura onde vai Carteira, Maquina Fotográfica, Telemóvel, Canivete, Frontal e Credencial de Peregrino
Para pedir a Credencial Link 1 Link 2





Como reduzir o tamanho da mochila e o peso que se leva:

O objecto que mais volume ocupa na mochila é o saco cama, vale a pena comprar um saco cama de tamanho reduzido, normalmente aconselhados para 15 graus, mais que suficiente para dormir dentro dos albergues.

Não levar esteira já que o caminho esta repleto de albergues e todos com caminhas.

Não levar fogões pesados, já que os albergues estão equipados com cozinha (eu levo um pequeno fogão a álcool com peso e dimensões muito reduzidas)

Prescindir do frasco de champô, amaciador, estojo de maquilhagem etc, etc (parece ridículo mas há quem leve estojo de maquilhagem…)

Não levar uma muda de roupa para cada dia, as calças podem usar-se mais que um dia e o resto da roupa pode ser lavada nos albergues, ou utilizar os inúmeros tanques públicos que se encontram por o caminho, tendo assim também a oportunidade de descansar um pouco e aproveitar as horas de mais sol para secar a roupa (fibras secam num instante)

Não levar peso excessivo de comida, eu levo cerelac para o pequeno-almoço, não que goste muito mas é algo prática para o pequeno-almoço não perdendo tempo em cafés por a manha; e algumas barras de cereais para o caminho, o jantar o melhor é procurar nos cafés próximos dos albergues, sempre com preços em conta ou comprar-se os ingredientes e fazer-se o jantar no albergue com os amigos que vamos ganhando por o caminho.

Haverá muito mais onde se poupar no peso mas estes parecem-me os mais importantes.

Lembre-se que o excesso de peso paga-se caro durante a caminhada, quanto mais leve for mais desfrutara do caminho

Get set, go

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Fogão a Álcool

Como fazer um fogão a álcool prático para levar nas aventuras.

Material:
Duas latas de refrigerante, x-acto, algodão, prego e martelo e folha de lixa



Medir entre 1 a 2 centímetros a partir do fundo da lata (esta altura vai reflectir a quantidade de álcool que o nosso fogão vai conseguir armazenar.



Com a ajuda de um elástico traçar um risco sempre a mesma distância do fundo da lata.



Cortar a lata por o risco traçado



Ficamos com dois fundos de lata, o resto podemos deitar fora.



Passar na lixa os bordos das latas cortados para eliminar possíveis farpas.



Encher um dos fundos com algodão



Agora vamos encaixar um fundo no outro



Para ajudar no encaixe podemos usar dois pedaços de alumínio cortados do resto da lata a servir de cunha



Depois de encaixados confirmar que os fundos ficam paralelos um ao outro



Voltar a passar a lixa para eliminar possíveis farpas



Agora com a ajuda de um prego e um martelo ir furando a lateral de um dos fundos de forma a que se assemelhe a um bico do fogão



A seguir fazer um furo no centro do mesmo fundo (será por aqui que vai entrar o álcool)



O nosso fogão esta pronto, se quisermos com a ajudar de um arame podemos fazer um suporte para o que quisermos colocar sobre o nosso fogão



Para por o fogão a funcionar basta enche-lo a partir do buraco central, quanto mais álcool colocarem, mais tempo ele vai arder.



O fogão tem de estar quente para funcionar correctamente por isso pode demorar algum tempo ate pegar completamente, mas depois disso funciona perfeitamente.



Agora é aproveitar, posso dizer que com um fogão destes consigo por 1 litro de leite a ferver em 5 minutos e que consigo ter o fogão a arder aproximadamente 20 minutos (este tempo pode aumentar ou diminuir conforme o tamanho do reservatório do fogão)



Aproveitem, mas lembrem-se que o álcool e facilmente inflamável e que este fogão não e tão fácil de controlar como os fogões a gás.

Cobra de escada



Cobra-de-escada caída dentro de um algar.
Encontrou resguardo num pequeno buraco quando tentava escalar o poço por onde caiu de aproximadamente 50 metros.



A cobra-de-escada ( scalaris Rhinechis )vive na Península Ibérica e França.
Atinge um comprimento médio de 157 centímetros, as fêmeas são ligeiramente maiores que os machos.

O padrão de coloração varia com a idade, os jovens são cinza, com pintinhas pretas, e um design de pontos negros ao longo do corpo em forma de "H" que se assemelha a uma escada.

Já em adulta o contraste varia entre o verde e o amarelado / acastanhado, com duas linhas paralelas pretas que correm longitudinalmente as costas. Os olhos são redondos e negros.

Alimenta-se principalmente de pequenos mamíferos, com o tamanho máximo de um coelho, e alguns pássaros. É relativamente agressiva, mas não é venenosas.



Apesar de poderem “soltar” um silvo de aviso a quando da proximidade de homens não constitui nenhuma ameaça.

Tanto esta como as outras cobras devem ser preservadas, já que combatem as pragas de roedores.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Human Planet

PETZL ADVERTE SOBRE FALSIFICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS

A Petzl emitiu um alerta, sobre a falsificação de equipamentos de técnicas verticais com a sua marca.

As falsificações não são detectáveis visualmente, mas são produtos de baixa qualidade que não atendem as normas internacionais e põem em risco a vida de quem os utiliza.

A PETZL aconselha a comprar apenas produtos em revendedores autorizados.
Mais informações