segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Desafio de blogger leva 50 voluntários a limpar o Gerês

Mais um fim-de-semana passado.
É incrível a quantidade de lixo que as pessoas são capazes de deixar para traz num Parque Natural…



Um desafio lançado por um blog-ger pôs em marcha uma autêntica batalha contra o lixo no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG). No fim-de-semana, 50 pessoas estiveram a recolher detritos. Mais de 100 sacos de 50 litros foram cheios nas matas e na serra.

Rui Barbosa, um optometrista de Braga, é o autor da iniciativa, lançada através do blogue Carris (carris-geres.blogspot.com), onde, desde 2006, tem vindo a divulgar a memória de uma das antigas minas do Gerês. Nas várias caminhadas que fez até ao local, foi-se apercebendo do muito lixo existente na serra e foi daí que surgiu a ideia de lançar a acção de limpeza no Gerês.

Há um ano, na primeira iniciativa do género, Rui Barbosa tinha conseguido convencer 15 pessoas a limpar a zona do complexo mineiro dos Carris, numa das zonas mais inacessíveis do PNPG. Mas desta vez foi mais ambicioso, conseguindo alargar a área de intervenção até às zonas de Pitões das Júnias, Pedra Bela, Mata da Albergaria e Portela do Homem.

O desafio circulou pela blogosfera e por alguns fóruns dedicados ao Parque Nacional do Gerês, o que acabou por ajudar a atrair mais voluntários para a acção de limpeza. Ao início da manhã de sábado, 50 pessoas, divididas em cinco grupos, partiram à procura do lixo.

Pelo caminho, foram recolhidas peças de automóveis, peças de roupa e calçado, produtos higiénicos, mas sobretudo lixo doméstico. Sinal de que grande parte dos dejectos que se encontram no Gerês são o resultado de piqueniques e merendas na área do parque.

Este ano, o parque nacional teve uma forte afluência de turistas e a maior procura do Gerês teve também o seu lado inconveniente. "Encontrámos lixo em áreas praticamente inacessíveis. Não consigo conceber que haja uma pessoa que goste de caminhar na natureza e que deixa o lixo na montanha", critica Barbosa.

O lixo acumulado nas matas e na terra vai também provocar desequilíbrios no ecossistema do PNPG, sobretudo junto dos animais. Os pastores já se têm queixado, especialmente na época em que as vacas andam em vezeira. A direcção do parque apoiou a parte logística da iniciativa, cedendo as carrinhas de recolha, sacos plásticos e alguns pica-lixo.

publico

1 comentário:

  1. e no entanto não me ajudas a limpar o meu quarto :p

    ResponderEliminar